24 de abril de 2017

TUIT É TIROTEIO



Nei Duclós  @neiduclos

Frases diárias que correm o risco de se dispersar. Por isso reúno aqui uma seleta para manter o pique.

Enquanto nos damos por perdidos, eles não se dão por achados.
Todo dia a linguagem desconfia. Chama-se poesia.
Vimos o resultado do voto, que não é mais obrigação, é cumplicidade.
Licença poética não existe. Poesia não pede licença.
Se você prega o ódio para fazer justiça, você não faz justiça, prega o ódio.
Liberdade é agendar o tempo livre, não jogá-lo fora, à toa.
Justiça não é a esperteza do criminoso, a manha do advogado, a corrupção do juiz, a leitura travessa da lei. Justiça é a honestidade.
Jornalismo não quer comunicar. Quem comunica é apresentador de TV. Repórter chuta os países baixos
Com a delação de massa, vivemos num país zumbi.
Há muitas maneiras de fraudar eleições e colocar a culpa dos resultados nos eleitores. Voto é o álibi perfeito para a ditadura.
Começa a ficar preocupante quando os velhos são aqueles que nasceram depois de você.
Todos são medíocres, odientos, sem noção e jamais poderiam imaginar. O resto (nós!) somos a última bolacha do pacote.
Jornalismo é delação culpada. Desmentida. Mesmo com provas
Conteúdo é o acordo entre jornalismo e publicidade. Entre redação e departamento comercial.
Há uma defasagem entre manchetes e textos das notícias. Mundo acaba amanhã, diz o título. Apocalipse anunciado é mentira, diz o conteúdo.
Enquanto todos os subsídios e infra vão para a produção de transgênicos, a cultura orgânica é tratada como indigente sob "proteção" cultural
Pague dividas, faça uma poupança e monte um negócio. Tudo com a merreca do Fgts inativo.
Chuva chega depois de 5 anos de seca. Água escorre pela calha e vai para o chão. Desperdício da "bênção de Deus".
Apesar das toneladas de agrotóxicos (ou talvez por sua causa) praga das moscas infestam frutas para exportação. Haja água do São Francisco
Supersafra de grãos transgênicos.Para uso da indústria de alimentos falsos e da criação de porcos na China. Haja solo e água do Brasil.
Fulano concede entrevista, ministra curso, torna-se palestrante, recebe honorários e aportes, enquanto pastamos no deserto.
Impedir a criação de novos municípios, acabar com a profissão de político, que passa a ser trabalho voluntário. Voto, alguém?
Para evitar que se reelejam, basta parar com o uso de urna eletrônica e proibir doações de campanha de qualquer espécie. Votando?
Bandidagem à solta: basta interromper o fluxo de armas para o tráfico e os assaltantes e impedir o consumo de drogas. Alguém vai votar isso?
Férias remuneradas é coisa do passado.E esse negócio de dormir está por fora. Ninguém pode ser remunerado deitado na cama.Basta de preguiça!
Crise financeira no Brasil: sabemos agora para onde foi o dinheiro.
Estamos perto da hiperinflação. Todos querem tirar o máximo de um mínimo de pagantes.
Propina sem retorno, o novo nome da "ingratidão".
Apocalipse maia, bug do milênio, Nova República: todo mundo acreditou
O indivíduo é tratado com suspeita pela cultura da falsa virtude, que acusa os seres humanos de individualismo, o crime de ser à parte
O indivíduo é uma peça valiosa da natureza, que encerra em si tudo o que existe. Nada há fora dele e seu mundo se esvai junto com o desfecho
A humanidade cultivou o hábito da separação permanente de tanto ficar submetido a convívios forçados. Viver amontoado gera vingança.
Conversa em que todos concordam apressadamente é só para a despedida chegar cedo e liberar a maledicência posterior, na ausência dos outros.
Toda vez que declararem algo definitivo, brinde o interlocutor com uma saraivada de perguntas para desconstruir a certeza. A pessoa chora
Sempre que alguém faz uma pergunta importante, responda inicialmente com um silêncio cheio de distância, para provocar o pânico.
A falsa cultura reduz a sabedoria a jargões, que são depois desmoralizados pelos próprios sabichões da hora
O q vale está dentro.Ali é a verdadeira arena.O q está fora é a  lona, com frestas para olhos livres acompanharem teus números de  trapézio
Impossível selecionar,já que estamos imersos.O segredo é saber trabalhar o que vem de fora sem se entregar às intenções do circo. Habitar-se
Quando dizem "só para ter uma ideia" é para não ter duas.
No fundo, não há mensagem. Apenas a sonoridade das palavras que se encaixam e que encantam pelo poder de sedução imaginado.
Estrangeiros poderão ter 100 por cento das empresas aéreas nacionais. Como assim, nacionais?
Profeta nem sempre acerta. O Tempo não quer conversa

23 de abril de 2017

VOA, VERBO



Nei Duclós

A forma, ao girar,
conforme incide a luz,
expõe outro objeto.
Desvencilha-se da anima,
refaz a identidade

Como a palavra que torço
até desprendê-la
de sua origem
Como fazem as criaturas
que mudam de pele

Voa, verbo
que um dia foi carne
E hoje é só o sopro
da divindade


VOCAÇÃO TARDIA



Nei Duclós

Hoje está por toda parte
o que antes existia confinado
Cada coração sofre atentado
Nenhuma confissão libera a alma

Somos todos cúmplices, mesmo à revelia
qualquer sobrevivente assina o pacto
depois bate no peito, com coragem
Virtude, mas vocação tardia

Vida é remorso, oposição mais séria
ao que temos de puro, mel de uma lembrança
Não fosse o amor, rubra companhia
nao haveria o maná, pão do deserto


DEIXEI DE LADO



Nei Duclós

Já fui antigo, quando isso era luxo
e o tempo decorrido uma vantagem
E era o fino aconselhar os moços
Caprichando na cara de paisagem

Seguia o modelo, autoretrato
exibido em paredes da memória
E dizia o que a vida nos ensina
e a experiência vaidosa extrapola

Depois, deixei de lado
os velhos nunca foram desse jeito
o peito é avesso às medalhas

Tênis folgado, jeans meio encardido
Lá vamos nós, sonhos escritos
acompanhados por um solo de guitarra


SIMILAR



Nei Duclós

Semelhantes inventaram a indiferença
Deus não previu ser ignorado

Foi um erro de cálculo:
a descrença veio junto
na origem do projeto
A divindade aprendeu
criando a obra
que o similar é avesso
à própria imagem

Por isso providenciou a companhia
Diversidade como flor cruzando o inverno
Vidas datadas na caça permanente

Não faz sentido, dizem os que confundem
e caem na visão tosca dos fanáticos
Os que veem Deus como se fosse pedra
Quando ele é chuva, e verte mar de lava